Animais incríveis: Mosca-do-berne


A mosca Dermatobia hominis, cuja fase larval, no Brasil, é denominada por berne, encontra-se distribuída desde o sul do México, na América Central, em algumas ilhas do Caribe (Antilhas menores, Trinidad e Tobago) e em todos os países das América do Sul.
No Brasil, encontra-se distribuída em quase todos os Estados, variando de intensidade de acordo com as condições climáticas. No Mato Grosso do Sul, está presente durante o ano todo com picos populacionais em setembro/outubro e, em números consideráveis, durante todo o período chuvoso.
Essa mosca pertence a família Oestrida, é preto-acinzentada, com o abdome azul-escuro metálico, medindo de 10 a 12 mm de comprimento, ela também é chamada de "mosca berneira" (Dermatobia hominis),e causa a doença chamada berne e usa de um artifício muito interessante para a perpetuação da sua espécie. Esse inseto vive por apenas 24 horas. Na época da oviposição, que ocorre nas estações mais quentes do ano (presença de temperatura e umidade ideais), a mosca berneira "captura" um outro inseto, normalmente uma outra espécie de mosca( frequentemente a mosca domestica), e nele deposita seus ovos, na região do abdômen. Quando o inseto veiculador pousa sobre os pêlos do animal, as larvas são eclodidas e deixam o corpo do hospedeiro intermediário (mosca domestica, por exemplo) e se aloja no corpo do hospedeiro definitivo ( boi, cão, o homem etc.), quando a mosca pousa sobre o corpo do animal. As larvas caminham sobre os pêlos até atingirem a pele, e criam uma pequena perfuração por onde penetram. É nesse local que a larva irá se desenvolver. Em cerca de 1 semana, a larva já aumentou 8 vezes de tamanho, podendo permanecer por 40 dias ou mais na pele do hospedeiro, crescendo continuamente.
Larva da mosca-do-berne


Esquema do ciclo de vida da mosca-do-berne

O orifício por onde a larva penetrou permanece aberto durante todo o tempo, pois é através dele que a larva respira. Assim, é fácil reconhecer uma lesão causada por bernes: um nódulo subcutâneo com um orifício bem visível na superfície da pele.
A mosca do berne causam prejuízos principalmente na pecuária onde se traduzem pela redução na produção de carne, de leite, retardo do crescimento, pré-disposição à enfermidades diversas e, danos parciais ou totais nos couros, os quais, ainda acarretam prejuízos às indústrias calçadistas e produtos afins. Porem o próprio homem também pode ser vitima dessa mosca, como mostra nas fotos abaixo onde se retira uma larva por um medico das pálpebras e da cabeça de pessoas que foram infectadas. È importante o cuidado das pessoas principalmente em zonas rurais no controle do berne, o cuidado deve começar com os animais domésticos que são as maiores vitimas. Deve-se aplicar produtos químicos nos animais, onde será realizado por meio de banhos de aspersão, dorsal, nas formas parenteral, subcutânea ou oral, há também o uso de inseticidas, mas é importante a consulta do médico veterinário, e em caso de infecção em humanos deve-se procurar o médico o mais depressa.
___________________________________________________
Fonte:

  • www.cnpgc.embrapa.br/publicacoes/divulga/GCD27.html
  • www.vidadecao.com.br/cao/index2.asp?menu=berne.htm
  • www.icb.usp.br
  • NAKANO,O.;NETO,S.S.; CARVALHO, R.P.L. et al.Entomologia Agricola. Piracicaba: FEALQ, 2002

1 comentários:

Anônimo disse...

really an eye opener for me.

- Robson